Testamos! Vibrador Bullet

Pa-ra tu-do! Recebi da Ilha dos Prazeres um vibrador bullet, que é um dos tipos mais populares de vibradores. Vocês já sabem que eu sou muito fã desse tipo de brinquedinho sexual, porque, além de auxiliar no auto descobrimento sexual, os vibradores podem apimentar ainda mais a vida sexual. Por isso fiquei tão serelepe quando o pacote chegou lá em casa, ainda mais porque o bullet é um dos tipos mais populares que tem. Não resisti e logo testei, e agora você vai ler o que eu achei sobre o produto.

Na teoria..

Existem vários tipos de vibrador bullet, o que eu recebi foi o mais simples, digamos assim. É um brinquedinho sexual que, como o próprio nome já entrega, tem formato de usar. É muito simples de usar, fácil de limpar e, principalmente, bem discreto. Ele não tem aquele formato fálico que nós pensamos quando ouvimos a palavra “vibrador”. Mas não se precipitem: lembram daquele ditado de vó, “tamanho não é documento”? Ele se aplica aqui também. O bullet é um vibrador pequeno, mas isso não influencia em nada na potência.  Devido à sua alta intensidade e firmeza, ele é indicado para quem quer um orgasmo rápido.

vibrador bullet -- 1

O vibrador bullet é muito recomendado para a estimulação clitoriana e para as mocinhas que querem conhecer melhor suas zonas erógenas. Os modelos vem com um controle remoto para controlar as velocidades, e podem ser feitos de plástico rígido, com cobertura aveludada e até mesmo com capas texturizadas.

Na prática…

O bullet é um excelente vibrador para quem está começando a se aventurar no mundo dos brinquedos eróticos. Ele é super simples de usar e fica melhor ainda quando envolto por uma camisinha — assim, sua vida útil aumenta e facilita na hora da higienização, que pode ser feita com produtos específicos ou com um pano limpo e álcool gel.

Ele é perfeito para a estimulação clitoriana, podendo ser utilizado de maneiras diferentes durante a masturbação. Porém, por conta do seu tamanho, o bullet não é recomendado para a penetração. Uma colega me recomendou bezuntar ele de lubrificante e introduzir na vagina até achar o ponto G, mas ainda não me aventurei. E não se preocupe, ele não se perderia lá dentro porque tem uma cordinha que o liga ao controle remoto.

Confesso que me enrolei um pouco na hora H, porque não consegui mexer no botão ao mesmo tempo que posicionava o vibrador onde eu gostaria. Acho que é uma questão de prática, mais para frente eu conto se melhorei minhas habilidades. Para usar, são necessárias duas pilhas AAA, que não vem como produto.

Ele tem um excelente custo-benefício, ainda mais porque é prático para ser transportado se quiser viajar. Ele é bem discreto, e, desligado, não dá a menor pinta de ser um vibrador — para quem não conhece o modelo, ok?

que-nem-mocinha-testamos-vibrador-bullet-1

De modo geral, eu gostei bastante, super vale ter um desses em casa! Um excelente uso para estimular o clitóris durante a penetração.

Quatro estrelinhas!

Deixe uma resposta