• que nem mocinha - sociedade secreta do sexo - capa

    Um olhar por dentro da Sociedade Secreta do Sexo

    “Preto e branco. P&B ou, na linguagem oral, pebê. Assim são chamadas, por quem acha que um casal é pouco quando se trata de sexo, as pessoas adeptas da monogamia convencional. Apenas os swingers e libertinos são coloridos. O resto da população reside numa zona repleta de tons de cinza, mas sem nenhum amarelo, azul ou vermelho. Os coloridos têm lá seu método para reconhecer os semelhantes. É como se, ao se iniciar no sexo liberal, o sujeito recebesse uma lente que o permitisse distinguir seus pares coloridos do resto do mundo – repentinamente esmaecido até ficar P&B”. É assim que começa o livro Sociedade Secreta do Sexo, publicado em 2014 pelo jornalista Marcos…