• Serena Williams: macacão, tutu break-point no machismo!

    Difícil começar esse texto. São tantas questões que fica complicado destrinchar e me fazer entender. Então vamos em tópicos, ok, mocinhas? Tem machismo, tem falta de empatia, tem homem dando opinião sobre o corpo feminino e tem muito, mais muito, campeonato retrógrado que não consegue enxergar brechas e soluções para os problemas que afligem seus atletas. Não sei se vocês leram sobre a proibição de Rolland Garros à roupa da tenista Serena Williams. Se não, segue aqui o link para vocês entenderem melhor. Lido? Entendido? Surreal? Tá achando tudo que você leu absurdo e machista? Então vem comigo!

  • Quando o machismo afeta a vida sexual do homem

    Olá, mocinhas! Tudo bem com vocês? Hoje trago uma reflexão sobre como o machismo e o patriarcado afeta também a vida sexual do homem. Óbvio que nós, mulheres, somos muito mais afetas por esse pensamento/comportamento, que infelizmente está impregnado em todas as culturas e gerações. Porém passei a refletir sobre essa temática após realizar atendimentos voltada a disfunções sexuais masculinas, como disfunção erétil e ejaculação, e em todos os casos via o machismo nos discursos de meus pacientes, seja de forma direta ou indireta.

  • Somos mulheres e somos machistas!

    O assunto de hoje é polêmico. Sim, o título é esse mesmo. E se você já começou a se defender, enumerar os momentos em que defende as mulheres e pensar que você não é machista, sim, você é. Senta aqui e vamos ter uma conversa séria. Mesmo que você defenda as diversas bandeiras do feminismo – da igualdade entre homens e mulheres – e de todas as lutas das mulheres por condições honestas e justas no mercado profissional e na vida pessoal, mesmo assim, você é machista. Pode ser pequeno, quase imperceptível, miúdo e inofensivo, mas ele está ai, impregnando seu olhar, suas explicações e sua fala.

  • A culpa não é sua, mana.

    Quando alguém é assaltado, é muito difícil falarem que a culpa é de quem perdeu seus pertences. Quando alguém é atropelado, a culpa raramente cai em cima do pedestre. Porém, de acordo com a pesquisa do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 37% dos entrevistados concordaram com a afirmação “mulher que se dá ao respeito não é estuprada”. Achou ruim? Tem mais: 30% concordaram com a frase “mulher que usa roupa provocativa não pode reclamar se for estuprada”. Eu só tenho uma coisa pra te falar: mana, a culpa não é sua.