Strip-tease para iniciantes

Se tem uma coisa que pode levar o parceiro ou a parceira a loucura, essa coisa se chama strip-tease. A vantagem dessa dança erótica é que ela é ótima para excitar o parceiro/parceira e vocês dois não precisam nem sair de casa ou gastar dinheiro (a não ser que você queira comprar uma lingerie especial ou acessórios para esse momento, mas isso é mais para a frente). Por isso, convidei mais uma vez a Isis Ahava, que, além de ser a rainha do pompoarismo, também dá aulas de strip-tease, chair dance e outras técnicas para você arrasar ainda mais quando for rebolar sua bunda.

Conversando com algumas amigas sobre isso, a maioria falou a mesma coisa: tinha muita vontade de fazer, mas morriam de vergonha, tanto da situação quanto do próprio corpo. Sei que a sociedade nos ensina a sempre achar que precisamos emagrecer “só mais três quilinhos” e que sempre vai ter algo de errado, mas vocês são lindas, maravilhosas e gostosas. Se o boy ou a girl magia tá ali, é porque eles concordam com isso. Algo que eu acho incrível sobre o strip-tease é que a dança dá uma sensação incrível de poder e sensualidade, então aproveite esse momento para se soltar.

Muito além do strip-tease

Não, não é só tirar a roupa. Existem várias técnicas e vertentes, e você pode combinar todas elas na hora H. As duas mais comuns são o chair dance lap dance, e muita gente confunde os dois. No primeiro, a pessoa dança sozinha na cadeira para se exibir ao parceiro/parceira, que está ali somente de voyeur. Já na lap dance, é o boy ou a girl que está sentado/a na cadeira, e você vai interagir com ele ou ela. “Nesse caso, é mais um jogo de sedução com dominação e quase não tem dança. É mais uma brincadeira erótica”, afirma Isis.

A dança

Muito bem, você já decidiu que quer fazer um strip-tease e eu te apoio 100% – mas você não sabe como colocar esse corpinho sensual para dançar. Relaxa! A Isis recomenda que o tempo de dança seja no máximo de cinco minutos, porque mais do que isso se torna repetitivo e não prende a atenção. “O ideal é dançar até metade da música e depois interagir com a pessoa”, fala a especialista.

Se você não tem ideia de quais movimentos fazer, uma boa dica é ter aulas. A própria Isis ensina chair dance, lap dance e strip tease – inclusive eu a conheci fazendo uma aula de chair dance. A aula é ótima e te ajuda a ter maior consciência do corpo, além de fazer com que você se sinta mega sensual e poderosa. Agora, se você não mora no Rio de Janeiro ou não pode pagar uma aula, temos o YouTube para te ajudar. Recomendo o canal Xoticy, que é de um grupo especializado nesse tipo de dança. As coreografias são mega sensuais e tem para todos os níveis e ritmos. Dessas, um destaque especial para Rocket – Beyoncé, Hold On Tight – Justin Bieber, Take You There – Ne Yo e Body Party – Ciara.

Trilha sonora

Chegamos em uma parte importantíssima do strip-tease: a trilha sonora. Nós já fizemos um post com músicas para você usar na hora de balançar o corpinho e recomendamos fortemente vocês darem uma olhada na nossa seleção.

A batida é importantíssima: é ela que vai ditar o ritmo da dança. Dê preferência a músicas mais lentas, com batidas suaves que dêem para rebolar e aproveite esse momento para fazer movimentos sensuais com os quadris. Ah, não se esqueçam de prestar atenção na letra para não colocar músicas de fossa e acabar com o momento.

Lingerie

A roupa que você vai usar faz toda a diferença e pode influenciar na hora H. Escolha uma que você se sinta confortável e que seja fácil de tirar. Uma muito complexa, com vários fechos e laços, pode te deixar insegura e atrapalhar a dança.

Você não precisa comprar nada, mas, se quiser, pode investir em peças e acessórios para dar um “plus”. Nós separamos alguns para vocês darem uma olhada e se inspirarem, como bodies e espartilhos, meias e cinta-liga e robes.

Os 5 sentidos

Você pode (e deve!) usar os cinco sentidos para explorar a situação ao máximo, mas tem que ter muito cuidado. O cheiro é muito importante nessas horas, porque vai mexer com a memória olfativa dele ou dela. Ou seja, sempre que ele/ela sentir aquele cheiro, vai lembrar de você e daquela situação. Mas não tome um banho de perfume: “Uma dica é borrifar de longe uma gota nas dobras dos braços, punhos, parte traseira dos joelhos, nuca e atrás das orelhas”, aponta Isis.

Além do perfume, você pode usar incenso, aromatizantes e por aí vai.. Nesse caso, opte pelo mesmo cheiro para tudo, inclusive para o gel comestível, se você for usar depois. A gente indica os da nossa sex shop parceira, a Ginger, nos sabores menta, cereja e hortelã.

Se você quiser ser má (ui!), pode amarrar a pessoa na cadeira enquanto faz o seu showzinho. Essa é uma opção mais agressiva (e com toques de BDSM), mas pode apimentar ainda mais a situação: a pessoa vai poder te ver bem perto, sentir seu cheiro e… não poderá te tocar.

Bem, depois todas essas dicas, agora é colocar em prática. Experimente sozinha, em frente ao espelho para ganhar confiança. Você vai descobrir um poder e sensualidade muito grande, então se joga!

One comment

Deixe uma resposta