Uncategorized

Serena Williams: macacão, tutu break-point no machismo!

Difícil começar esse texto. São tantas questões que fica complicado destrinchar e me fazer entender. Então vamos em tópicos, ok, mocinhas? Tem machismo, tem falta de empatia, tem homem dando opinião sobre o corpo feminino e tem muito, mais muito, campeonato retrógrado que não consegue enxergar brechas e soluções para os problemas que afligem seus atletas.

Não sei se vocês leram sobre a proibição de Rolland Garros à roupa da tenista Serena Williams. Se não, segue aqui o link para vocês entenderem melhor. Lido? Entendido? Surreal? Tá achando tudo que você leu absurdo e machista? Então vem comigo!

Um pouco sobre Serena 

Serena Williams é “apenas” uma das maiores tenistas da atualidade. Ela tem quatro medalhas olímpicas de ouro, em torneios em dupla e simples. Ela é a segunda maior campeã olímpica da história do Tênis, entre homens e mulheres. A única pessoa à sua frente é sua irmã, Vênus Williams. Isso que eu chamo de família, senhoras e senhores. E só melhora: é a quarta tenista da história a ficar mais tempo no ranking mundial feminino, com 248 semanas. Pouca coisa né?

Além de uma tenista incrível, Serena é mãe e esposa. Uma mulher linda que mostra que o esporte tem espaço para corpos diferentes.  A mulher negra que assume seu cabelo, sua forma física e mostra pra que veio. Sim, girl power e empoderamento no esporte, que é tão marcado pelo machismo dentro e fora das quadras.

quenemmocinha - Serena Williams
Rainhas né, mores?

O tal macacão

Serena foi mãe pela primeira vez no ano passado. Ou seja, há mais ou menos um ano. E já esta novamente nas quadras, jogando um dos maiores campeonatos do mundo, o Roland Garros. Tudo belê, né? Mais ou menos. “Embora minha gravidez tenha sido muito tranquila, minha filha nasceu de cesariana na sala de emergência depois que sua frequência cardíaca caiu drasticamente durante as contrações. A cirurgia foi realizada sem problemas… Mas o que aconteceu apenas 24 horas após o parto foram seis dias de incerteza”. As palavras são da própria Serena Williams, em entrevista para a CNN.

Resumindo, teve embolia, teve cicatriz abrindo, teve muita dor e teve um sofrimento de seis dias não sabendo se você ou sua recém-nascida iriam sobreviver.

Passou um ano, Serena voltou a treinar e voltou às quadras. A Nike, uma das maiores marcas de roupa de esporte, criou um macacão de compressão para ela. Para quem não sabe, a compressão é muito usado em mulheres pós parto, para ajudar na circulação do sangue e evitar problemas graves de saúde, como a trombose. Como Serena ainda tinha o agravante da embolia, a roupa foi desenhada para ajudar o coágulos do seu sangue. Apelidado de Pantera Negra, o macacão era completamente preto e justo, como qualquer roupa de atleta que você já viu.

E ela foi PROIBIDA de usar o macacão. E ai vamos para um tópico apenas para isso!

O tal macacão polêmico Foto: Charles Platiau / Reuters

Mais um homem ensinando como ser mulher

A proibição veio com a seguinte declaração da organização: “Devemos respeitar o jogo e o lugar [onde estamos].” É de boas colocar um uniforme minúsculo para uma atleta competir. Agora, uma atleta que pariu há menos de um ano usar uma roupa que ajuda na sua saúde é falta de respeito? PRODUÇÃO! Não entendi?

O argumento do presidente da Federação Francesa de Tênis, Bernard Giudicelli é apenas estético. Talvez ver uma mulher negra, com um corpo escultural, vestindo calça e top preto é muita “pretitude” pra um homem branco engravatado que nunca teve que parir uma criança. Talvez uma mulher pedir um pouco de empatia com sua saúde seja mero detalhe, quando comparado a estética do torneio.

E melhora: ele anunciou que o torneio terá um “dress code”, com regras de vestimenta, a partir de 2019.

Não sei se é machismo, preconceito, falta de empatia ou apenas mais um torneio que não olha a diversidade. Mais provável que seja tudo isso junto. Talvez no manual do torneio não tivesse uma parte dedicada às atletas que também são mães, mas agora já podemos ter, né? Século 21 tá aí pra isso.

Falta de empatia e resposta lacradora

E ainda piora. Outras tenistas colocaram ainda mais luz sobre o tema, com o argumento que a roupa não era comum e poderia ser errada para o jogo. A adversária de Serena na primeira partida, a tcheca Krystina Pliskova chegou a questionar se a peça não seria contra as regras. Sororidade pra que, né?

Voltando ao presidente, ele ainda disse que o macacão era muito ousado. Ousada e lacradora foi a resposta da Serena, que foi lá e usou um tutu na partida. Isso mesmo, aquela saia de bailarina. A tenista entrou com um top preto e uma saia de tutu preta para mostrar que com ou sem macacão ela voltou para as quadras com sangue nos olhos! Vai que é tua, PORRA!

Foto: Julian Finney

Obs básica para quem não entendeu. Mesmo com o tutu, Serena Williams jogou de meia calça com um sol escaldante. Lembrando que meia calça pode ser um tipo de compressão e ajuda nos coágulos. Ou seja, saúde sempre foi um foco! E fecho essa matéria/desabafo com uma salva de palmas para a resposta da tenista nas suas redes sociais:

“Para todas as mães por aí que tiveram uma recuperação difícil, aqui está. Se eu consigo, vocês também. Eu amo todas vocês.”

quenemmocinha-serenawilliams

Bia Silveira

é jornalista, escritora nas horas vagas, louca das redes sociais e, como vocês vão descobrir através dos mil textos, super ultra tagarela. Sabe que veio sem aquele botão do resumo e do silêncio na sua fabricação. Ligada no 320volts, com a mente sempre em busca de algo novo, pode parecer meio curta e grossa, mas jura que tem um coração grande e paciência pra ouvir os problemas dos amigos. Se descobriu feminista em 2010, quando viajou sozinha para um intercâmbio e percebeu que seus pensamentos e suas ações incomodavam muita gente preconceituosa. Não gosta de começar discussões, mas se chamar para falar de assunto tabu, sai de baixo! Apaixonada por viagens, livros de romance água com açúcar, seriados do Netflix e gastar um dinheiro considerável com coisas de farmácia. Acredita que ninguém tem apenas uma metade da laranja nessa vida e que amor e relacionamento dão trabalho, mas valem cada segundo gasto! Confira as matérias escritas por ela aqui. Para entrar em contato com ela, envie um e-mail para bianca@quenemmocinha.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *