Sexo

É normal sangrar depois do sexo anal?

Todo aspecto da vida sexual vem com dúvidas – mas parece que o sexo anal vem com uma tonelada! E é normal: No pornô, parece tudo muito simples e indolor. Sim, podemos te dar dicas de como fazer (como fizemos aqui!), mas você só vai saber quando tentar. Mesmo assim, é bom estar preparada – ou pelo menos saber – sobre os resultados possíveis que podem sair dos “experimentos”. Principalmente quando isso pode envolver sangue saindo de lugares dos quais são deveria sair.

E não importa se é a sua primeira vez usando a “porta de trás” ou se você faz isso todas as noites: sempre há a possibilidade de ter sangramento depois do sexo anal. E esse é o tema deste post. 

Causas

A causa mais normal para esse tipo de sangramento são as chamadas “lágrimas anais”, ou seja, fissuras no tecido do canal anal. A maioria é muito pequena, tão pequena que muitas nem chegam a sangrar, mas elas podem sim causar sangramento que pode durar horas e até mesmo dias. O processo de cura pode demorar um pouco, porque há muito movimento acontecendo em torno do reto diariamente (andar e fazer o número 2). Se você achar que está demorando mais do que deveria para sarar ou o sangramento está além do considerado normal, procure um médico.

Outra causa comum de sangramento são as hemorróidas internas. Geralmente você não sabia que tinha até que ela puf!, estourou durante o sexo anal. Isso torna o sexo anal bastante desconfortável e doloroso, já que a hemorroida é um vaso sanguíneo dilatado e inchado. Nesse caso, procure um profissional da saúde, tá?

Quando ficar preocupada

Dor muito forte ou que dura muito tempo nunca deve ser ignorada – principalmente se vem da sua bunda. O sexo anal nunca deveria doer (nem outro tipo de sexo, para falar a verdade). Se você sente desconforto significativo ou dor após o sexo anal, consulte um médico de confiança. Você também deve procurar ajuda se a dor persistir por mais que alguns dias ou piorar com um tempo.

que nem mocinha - sangrar no anal é normal?

E eu sei que ninguém quer discutir sobre sangramento na parte de trás, mesmo que seja com um profissional da saúde. Realmente, não é agradável. Porém, pensem do seguinte jeito: é bem melhor ter paz de espírito, saber o que está acontecendo e tratar as possíveis causas do que ficar envolta em vergonha. O trabalho de um médico é cuidar de você, não te julgar. E se você acha que está sendo julgada, troque de profissional.

Como evitar

Não estou exagerando quando digo que o lubrificante é de extrema importância, principalmente quando você quer brincar com a porta de trás; diferente da vagina, essa região não possui lubrificação natural. O buraquinho em questão é pequeno e resistente, então tentar enfiar algo rapidamente vai ser bem doloroso. Sexo anal não é para ser rápido, é para ser bom. Não vai adiantar nada ir com pressa, só vai tornar a experiência em algo muito, muito, muito (!) ruim. Aposte nos lubrificantes específicos para essa prática, e em preservativos com lubrificação extra.

que nem mocinha - é normal sangrar no sexo anal

Vocês devem ficar atentas para algumas coisinhas. A primeira é em relação ao óleo de coco, que ganha cada vez mais popularidade, não é uma boa pedida: ele reage com o látex da camisinha, podendo rasgar o material. A segunda é uma dica: evitem produtos com anestésicos que prometem tirar a dor. O risco de traumas é maior, já que a sensação de incômodo será diminuída no momento da prática. Logo, se você se machucar, não vai sentir, o que pode piorar a ferida. Prefira sempre os lubrificantes a base de água, que não aumentam o risco de reações alérgicas.

 Atenção!

Como bem já falamos aqui, o risco de transmissão do HIV e de outras DSTs via sexo anal pode ser 18 vezes maior do que uma relação vaginal. E isso acontece por quê? Porque as pessoas não costumam usar camisinha durante o ato. Sério, gente: o Brasil está vivendo sua pior epidemia de HIV desde 1981. O líquido seminal de uma pessoa portadora do vírus tem grande quantidade de carga viral e as microfissuras na região do ânus e reto facilitam a contaminação. Então, mais uma vez!, vou reforçar a super mega hiper importante mensagem: usem camisinha em todas as relações sexuais. Nesse post aqui, nós falamos sobre os mitos e as verdades do preservativo, para vocês tirarem as dúvidas.

Thayanne Porto

Jornalista de coração, alma e diploma, encontrou nas palavras o melhor modo de se expressar. Feminista em eterna construção. Apaixonada por livros, séries, drag queens e sua gata Julietta. Acredita que a revolução pode (e deve!) acontecer de dentro para fora - e por que não dentro de quatro paredes? Quer mandar um e-mail? Escreva para thayanne@quenemmocinha.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *