Chega de dúvidas sobre a maca peruana!

Um dos posts mais bombados desse lindo blog é a experiência da Erika com a maca peruana e com o tribulus terrestris. E não foram só vocês, queridas leitoras, que adoraram: euzinha passei a tomar a maca peruana. Assim como a Erika, comecei a tomar de 8 em 8 horas e logo me senti mais disposta. Como era esse o meu objetivo, e não o aumento de libido, fiquei muito satisfeita! Resolvi, então procurar saber mais sobre esse produto e procurei o pessoal do Mundo Verde, já que é lá que eu compro a minha maca. Eles fizeram a ponte com a Thais Souza, nutricionista da empresa, que me explicou algumas coisinhas sobre essa belezinha. 

Relembrando…

A maca peruana é um tabernáculo de origem andina, rico em polivitaminicos (vitaminas B, D e E), poliminerias (zinco, cálcio, magnésio) e uma lista de nutrientes. Sua propriedade mais conhecida é na área da fertilidade – tanto que tem gente que chama a maca de “viagra natural”. Um estudo publicado no Asian Journal of Andrology observou seus efeitos em homens  e mulheres com idades entre 24 e 44 anos durante quatro meses. Os resultados mostraram aumento da quantidade de sêmen, na contagem de espermatozóides e aumento do desejo sexual. O grupo de mulheres relataram aumento de 30% na frequência e desejo sexual bem como aumento de estrogênio e progesterona.

É só isso ou tem mais?

Tem mais! De acordo com a Thais, a maca peruana aumenta a disposição, melhora o rendimento físico e mental. Auxilia no equilíbrio dos níveis hormonais, melhorando a libido e os sintomas de menopausa. Não é à toa que está ganhando cada vez mais adeptos – euzinha inclusa nesse grupo. Para quem toma a maca em pó, a nutricionista recomenda a ingestão de 2 a 3 colheres de chá ao dia. Para as cápsulas dependerá da composição e concentração, o ideal é seguir a orientação do fabricante.

Eu compra a marca Exilir, que sugere quatro cápsulas por dia. Tentei fazer isso, com um intervalo de seis horas entre elas. Mas em poucos dias fiquei com dor de cabeça – até cheguei a parar com a maca por um tempo por causa disso. Voltei há cerca de dois meses e agora tomo quando acordo e oito horas depois. Evito tomar perto da minha hora de dormir, porque quando eu fiz isso fiquei com insônia. ):

que nem mocinha - maca peruana - insônia

Não recomendo.

 

Falando nisso, existe alguma diferença entre o pó e a cápsula?

As propriedades são as mesmas, independente se você vai consumir a maca em pó ou em cápsula. O que pode ocorrer é que a cápsula tenha outras substâncias adicionadas para potencializar o efeito da maca. “Nesse caso é importante verificar a composição do produto escolhido, a maca em cápsulas pode vir com vitaminas do complexo B que também atuam na melhora da disposição, pode vir adicionada de ZMA (zinco e magnésio) que atua melhorando o efeito no equilíbrio hormonal”, diz Thais.

E aí, mocinhas, o que acharam? Se vocês tiverem alguma dúvida, é só deixar nos comentários que vamos responder!

Deixe uma resposta