Como ter uma relação melhor com sua vagina ❤

Ela nos acompanha o tempo todo e mesmo assim temos muita vergonha de conversar sobre ela. Sim, mocinhas, estamos da vagina! Essa falta de conhecimento – muitas vezes causada pelos tabus em relação ao tema – leva a criação de mitos e informações errôneas sobre como devemos cuidar da nossa saúde íntima. E não é só isso: nós não nos permitimos o autoconhecimento, o que é bastante prejudicial para o entendimento do nosso corpo, suas necessidades e desejos. É preciso, então, que a gente melhore nossa relação com a nossa vagina. Só de falar ou ler essa palavra, algumas pessoas (e mulheres!) já ficam desconfortáveis. Vamos aprender juntas a superar isso e ter uma relação bem bacana com nossa amiguinha lá debaixo?

Pare de mexer tanto nela

Tem zilhares de produtos que mexem com a saúde e higiene íntima. Estamos falando de absorventes internos e externos, sabonetes específicos pra região, cera ou lâmina e até mesmo procedimentos extremos, como cirurgias plásticas íntimas. É sério: O Brasil é  o líder mundial no número de procedimentos sobre labioplastia ou ninfoplastia (cirurgias plásticas na vagina), segundo a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética.

Só que… Menos é mais. Nossa vagina é autolimpante e tem suas próprias maneiras de manter um pH ácido para manter as coisas equilibradas e prevenir infecções. Quanto mais a gente mexe, mais atrapalhamos a flora bacteriana natural da área, que é o que nos mantém saudáveis. Não estamos falando pra você deixar ela em paz o tempo todo; se você achar que algo está errado, procure uma profissional. O que estamos reforçando é que você não precisa de lenços umedecidos especiais nem sabonetes íntimos para sua vagina ficar saudável. Ela faz o seu trabalho muito bem sozinha.

que nem mocinha - dicas vagina - gif1

“Vaginas. Elas são incríveis”.

Entenda seu ciclo menstrual

Um dos maiores impactos de parar com o anticoncepcional foi perceber as alterações do meu corpo nas diferentes fases do meu ciclo menstrual. Como consequência, passei a ter uma relação muito mais bacana com a menstruação, que alcançou novos níveis quando comecei a usar o coletor menstrual.

O lance é o seguinte: muita coisa influencia no ciclo menstrual. A quantidade de horas que você dorme, se você está estressada, comendo muita besteira, se exercitando mais do que normal… Entender os fatores e como você pode usá-los ao seu favor é o primeiro passo para ter uma relação mais tranquila com o Chico. Se vocês preferirem, podem usar aplicativos de monitoramento para anotarem esses fatores e, como o próprio nome diz, monitorar as diferentes fases do ciclo.

que nem mocinha - relação vagina - ciclo menstrual

Aceite que vagina tem cheiro e gosto próprios

Já dedicamos um post inteiro a esse assunto, mas não cansamos de bater nesta tecla. Vagina tem cheiro e gosto de vagina – e é isso. Não adianta sprays íntimos, sabonetes cheios de frufrus e até mesmo glitter (sim, glitter!) para ~disfarçar~ o cheiro da região. Não tem o que disfarçar! Pele tem cheiro, sua.. E tá tudo bem com isso. Se você toma banho direitinho e segue as dicas de higiene íntima que mencionamos no primeiro tópico, tá tranquilo, não precisa de mais nada!

Nada contra usar um gel com saborzinho especial para esquentar as coisas e sair da rotina. Pelo contrário, achamos o máximo! O que queremos destacar aqui é a cultura que dita como o corpo da mulher deve ser. Lisas, sem pelos, cheiros ou sabor. Quase… Bonecas infláveis. Isso alimenta uma cultura de nojo a buceta, que evolui para a impressionante estatística que um a cada três homens tem nojo de fazer sexo oral na parceira. Mas se a mulher não quiser pagar um boquete, aí já é o fim do mundo… Como se pau fosse um picolé de morango com cheirinho de tutti-frutti, né?

que nem mocinha - relação com vagina - gif2

Melhore sua relação com sua ginecologista

Para muitas mocinhas, a morte é menos desconfortável que ir ao ginecologista. E isso tem que mudar! Não se sente confortável com seu gineco ou “gineca”? Troque de profissional. O consultório deve ser um lugar acolhedor, não amedrontador. Você deve procurar um profissional que te deixe muito confortável, pois você vai se abrir com ele ou ela sobre questões de saúde íntima, o que é bastante sério.

que nem mocinha - relação vagina - gineco

E é pra falar de tudo mesmo, ouviu? Nada de ficar com vergonha ou sem graça. Anote todas as dúvidas que você tem antes e siga o roteiro, pra não deixar nada de fora. Tente marcar uma consulta pelo menos uma vez por ano pra dar aquele check espero ou sempre que achar necessário.

Se dê de presente um vibrador!

Masturbação é super normal e saudável! Alivia o estresse, melhora a autoestima, previne contra o surgimento da incontinência urinária. É prazer garantido, sem enrolação e que te dá a liberdade de não depender de outra pessoa para gozar. Nessa vibe, por que não se dar de presente um vibrador? O prazer é intensificado e o vibrador pode ser usado em casal. Se você nunca entrou em uma sexshop ou tem dúvida sobre qual é o melhor modelo pra você? Confira nosso post aqui com cinco opções pra você conhecer. 😉

que nem mocinha - dicas vagina - gi3

Gostaram das nossas dicas, mocinhas? Vamos juntas começar essa revolução que é o autoconhecimento e amar nossos corpinhos lindões? ❤

Deixe uma resposta