que nem mocinha - dicas role play - capa
Corpo,  Sexo

Cinco dicas de role play para iniciantes

Role play é um termo muito usado por quem joga RPG. Resumindo, é uma forma de jogo em que os jogadores fingem ser outras pessoas, em épocas ou situações diferentes. No mundo sexual, não é muito diferente: os envolvidos fingem ser outras pessoas ou estar em situações atípicas para fins eróticos. Eu já falei mais sobre essa prática aqui e recomendo bastante que todas deem uma chance para ela. Se interessou, mas não sabe por onde começar? Então, se prepara, porque eu separei cinco dicas de role play para iniciantes.

1. Separe um tempo para se preparar

Eu acredito que o prazer sexual vai muito além da questão física, do momento do rala e rola. Envolve também a parte psicológica e, ao meu ver, o “tempo de preparação”. Claro que nem sempre rola. Às vezes, o tesão é tão alto que você mal consegue pensar. Mas, no caso do role play, as duas (ou mais) partes deveriam tirar um tempo para se preparar – é fundamental para entrar no clima.

Quando você está no seu quarto ou em outro lugar se arrumando, aproveite para imaginar a noite. Tá se vestindo? Pensa na sensação que vai ter quando ele ou ela tirar sua roupa mais tarde. Encare esse momento como uma preliminar, mas só com você mesma. Fantasie o que vai acontecer nas próximas horas e isso vai te dar mais confiança, além de dar ideias para as próximas aventuras.

que nem mocinha - dicas role play - dica 1

2. Escolha a roupa certa para VOCÊ

Quando pensamos em sexo, costumamos pensar no que podemos fazer para agradar o outro. Isso é bastante comum. A maioria das mulheres foi criada sob a impressão de que devemos agradar nossos parceiros (sempre homens). Tudo para eles, (quase) nada para a gente. E se a gente deixasse isso um pouquinho de lado? Claro que, na hora do sexo, é importante que os dois tenham prazer, mas e se a gente parar e pensar sobre nossos gostos e preferências, em vez de querer agradar nossos namorados e maridos?

E isso tem muito a ver com a roupa que nós escolhemos, seja para role play ou para um jantar romântico. Uma das minhas dicas mais valiosas é vista-se de modo sexy e confortável para você mesma. Convenhamos: é horrível se concentrar com aquele fio dental entrando em lugares que você nem sabia que tinha. Quer seduzir mesmo? Compre uma lingerie ou roupas que fazem você se sentir confortável. Escolha peças que acentuem as suas partes favoritos do corpo, te deixando mais confiante consigo mesma. Quanto mais confortável e no controle você se sentir, mais fácil vai ser para relaxar e aproveitar o momento. E não tem nada mais sexy que isso. 😉

3. Lembre-se que role play é para ser divertido, não estressante

O objetivo do role play é, em essência, algo que os casais fazem para apimentar a vida sexual. Mas isso não significa que a expectativa deve estar lá no teto, tá? Pense que você e seu parceiro ou parceira estão experimentando algo novo e que, como todo experimento, nem sempre as coisas vão sair como vocês esperavam. E não tem problema nenhum nisso! Vocês não têm que se sentir mega-wow-excitados ou ficarem 100% no personagem o tempo inteiro. O que importa é que vocês se divirtam e se sintam confortáveis com a experiência.

que nem mocinha - dicas role play - gif não sei qual

4. Entenda o que te excita – e o que não te excita

Antes de pensar “qual é a história?”, que tal pensar nas situações que não podem acontecer de jeito nenhum? No role play, por vocês estarem interpretando outras pessoas e em diferentes cenários, podem acontecer coisas inesperadas, frutos da espontaneidade. Por exemplo: você não gosta de uma pegada mais agressiva, como spanking. Se você e seu parceiro ou parceira estão em um contexto de poder, como aluno x professora ou policial x bandido, pode ser que ele ou ela se empolguem na hora da “punição”, se não souberem das suas preferências.

É bem simples: façam uma lista de “sim, não e talvez” de fantasias ou preencham esse questionário erótico. A ideia é que vocês façam isso juntos, conversando sobre os tópicos e quais são seus limites. Já que vocês estão nesse papo, recomendo que combinem uma palavra de segurança. Essencial na prática BDSM, ela é uma palavra ou ação combinada previamente pelo casal para indicar que foi atingido determinado tipo de limite e que a pessoa quer parar. Não é porque vocês combinaram algo que devem ir até o fim, ok? Se a ideia parecia boa na cabeça, mas na prática não está funcionando, avise seu parceiro ou parceira. Você não é obrigada a nada nesta vida e se ele ou ela ficar chateado(a), é porque algo está errado. Um relacionamento é construído à base de respeito e confiança – se ele/ela não respeitar seus limites, corra para as montanhas.

5. Inspire-se em livros e séries

“Quero muito tentar role play, mas não sou criativa. E agora?”. Relaxa, gata. O que mais tem por aí são histórias legais e picantes para serem “contracenadas”. Sabe aquele livro que te deixa toda arrepiada ou filme que te leva à loucura? Eles podem servir de inspiração para vocês fantasiarem cenários e situações.  Com tanto material por aí, tenho certeza que algo vai te empolgar. 😉

Thayanne Porto

Jornalista de coração, alma e diploma, encontrou nas palavras o melhor modo de se expressar. Feminista em eterna construção. Apaixonada por livros, séries, drag queens e sua gata Julietta. Acredita que a revolução pode (e deve!) acontecer de dentro para fora - e por que não dentro de quatro paredes? Quer mandar um e-mail? Escreva para thayanne@quenemmocinha.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *