O que a gente pensa das desculpas para não usar camisinha

Estamos em pleno 2017 e tem gente que ainda acha que preservativo é besteira, mesmo com os casos de sífilis e outras DSTs crescendo. Para piorar, muitos caras colocam a responsabilidade do sexo seguro apenas nas mãos das mulheres. Sendo que sexo é praticado com pelo menos duas pessoas e é dever de todos se preocuparem com a prevenção. Separamos algumas das nossas reações quando ouvimos que o boy não quer usar camisinha – com quantas vocês se identificam?

“Eu esqueci em casa”

que nem mocinha - desculpa camisinhas

“Detalhes da sua incompetência não me interessam”

Me poupe, se poupe, nos poupe. Qual a probabilidade disso ser verdade? Se uma pessoa sai de casa com o objetivo de fazer sexo casual, é meio óbvio que ela vai levar uma camisinha. Um jeito fácil de se livrar dessa desculpinha é levar seu próprio preservativo. Não tem problema nenhum, ok? Não significa que você é vadia ou que não se valoriza, pelo contrário! Significa que você se preocupa com seu corpo e saúde. Se nenhum dos dois tiver, fica para a próxima. Nem o Channing Tatum ou a Luci Liu valem o risco de sexo desprotegido.

“Meu pau é muito grande, não cabe”

que nem mocinha - desculpinhas para não usar camisinha - tamanho

Em 2015, o Condom Challenge (“Desafio da Camisinha”) deu o que falar. Para testar a durabilidade e a elasticidade, os participantes enchiam os preservativos de água. Se por um lado foi ruim (todo mundo ignorava que isso podia causar asfixia), por outro foi bom. Sabem por quê? Porque mostravam que as camisinhas são resistentes à beça e que elas esticam muito. Duvida? Então dá play nesse vídeo:

Gata, se o pau dele é maior que um pé, CORRE!

“Sou alérgico”

que nem mocinha - desculpas camisinha - alergia

Muitos caras dizem que são alérgicos ao látex da camisinha. Realmente, existem pessoas que são, mas não são a maioria. Resolver esse problema é bem fácil: o boy pode comprar um preservativo antialérgico (sem látex) para vocês curtirem sem ninguém parar no hospital. Outra opção é vocês usarem a camisinha feminina. Diferente da masculina, ela é feita de poliuretano.

“Não consigo sentir nada”

“Parece que eu me importo? Porque eu não me importo”

Além da camisinha antialérgica, outra grande invenção da indústria erótica/sensual foi a camisinha ultrafina. Ela tem a mesma taxa de eficácia que a normal e você quase não sente na hora do sexo. Se ele continuar com esse papinho de “não consigo sentir nada”, fala que é melhor sentir o preservativo do que as consequências de uma gravidez não planejada.

“Mas você toma pílula!”

que nem mocinha - camisinha - e daí

“E daí?”

Os caras acreditam que a camisinha pode ser suspensa quando nós usamos outro método contraceptivo. Queridos, a pílula, DIU, e afins servem para evitar a gravidez. O preservativo, além de prevenir a gravidez, serve para nos proteger das DSTs. Nenhum outro tipo de contracepção nos dá essa “barreira”, a não ser a abstinência.

“Eu te amo, confia em mim”

que nem mocinha - desculpa camisinhas

“Sou uma garota segura”

Essa chantagem emocional é muito usada em relacionamentos. Mocinhas, eu sei que é difícil ler isso, mas quem vê cara não vê histórico sexual. Primeiro que você não tem como ter certeza que ele não está te traindo. Além disso, ele pode ser 100% fiel, mas nada garante que ele não tenha pego alguma DST antes de se envolver com você. E assim… Um relacionamento se sustenta a base de confiança e respeito. Não é porque você quer que ele use camisinha que você não confia nele. Ele, por sua vez, deve respeitar sua decisão de querer fazer sexo seguro. Sua saúde deve sempre vir antes de um namoro/casamento/afins.

“Com camisinha não vai rolar”

que nem mocinha - desculpa camisinhas - oh really

Ah, é? Beleza, então .

Deixe uma resposta