Como o seu intestino afeta seus hormônios

Esse artigo foi originalmente postado no Medium do Clued In no dia 18/3/2017. A página é do Clue, um aplicativo que monitora o ciclo menstrual. O material foi traduzido de forma independente por mim, com autorização deles, sem consultar profissionais da saúde para as partes médicas. 

Quando você acha que entendeu os hormônios, você aprende algo novo. Você sabia que os hormônios que regulam seu ciclo menstrual são influenciados pelo seu estômago? Suas bactérias intestinais (e seus genes), o microbioma, têm tantas funções importantes para o seu corpo que alguns cientistas se referem a ele como um “órgão virtual”. (1)

que nem mocinha - como seu estômago afeta os hormonios

Fonte: Clued In

O microbioma sintetiza nutrientes e auxilia na digestão. Ele libera substâncias químicas que regulam humor, metabolismo e o sistema imunológico. Como se isso não fosse o bastante, o microbioma também ajuda a controlar o nível de estrogênio.

Fato curioso: O subconjunto do microbioma envolvido com o metabolismo do estrogênio é chamado de estroboloma.

 Como o microbioma afeta o estrogêneo

O estrogênio é feito principalmente pelos seus ovários, e então circula pelo seu corpo para o útero, seios e outros órgãos, até alcançar o fígado, onde é “inativado”.Esse estrogênio inativo é enviado para o intestino, onde, supostamente, tem que permanecer inativado para que possa sair do corpo através das fezes. Isso é normal, o metabolismo saudável do estrogênio.

Quando certas bactérias intestinais estão presentes, algo muito diferente acontece. Bactérias hostis fazem uma enzima chamada beta-glucuronidase, que reativa o estrogênio em seu intestino. Isso é um problema porque re-ativado estrogênio, em seguida, entra de novo seu corpo e causa excesso de estrogênio. Isso é prejudicial ao metabolismo do estrogênio.

Fato curioso: Um microbioma “doente” é chamado “disbiose”.

Leia também: Diarreia na menstruação é normal?

O problema com o excesso de estrogênio

No meu trabalho, eu observo que o excesso de estrogênio pode tornar a menstruação mais pesada. Isso também contribui para o risco de doenças de longo prazo, como miomas uterinos e câncer de mama (2).

Como melhorar o metabolismo de estrogênio através de seu intestino

Felizmente, existem maneiras de melhorar a saúde do microbioma e, assim, promover o metabolismo saudável do estrogêneo.

Coma mais vegetais: As fibras promovem um microbioma saudável e diminui a atividade da enzima microbiana beta-glucuronidase (3)

Reduza o consumo de álcool: O consumo crônico de álcool altera o o microbiome, levando a uma maior atividade de beta-glucuronidase e níveis mais elevados de metabolitos de estrogênio. Os pesquisadores acreditam que o efeito do álcool no microbioma é uma forma de aumentar o risco de câncer de mama (2).

Tome um probiótico: Estudos mostraram que a suplementação oral de Lactobacillus acidophilus diminuiu a atividade da beta-glucuronidase.

Lara Briden é uma médica naturopata com 20 anos de experiência em saúde da mulher. Seu livro é Period Repair Manual: Natural Treatment for Better Hormones and Better Periods. Siga-a no Twitter e no Instagram @larabriden.

Referências:
1. O’Hara AM, Shanahan F. The gut flora as a forgotten organ. EMBO reports. 2006 Jul 1;7(7):688–93.
2. Kwa M, Plottel CS, Blaser MJ, Adams S. The Intestinal Microbiome and Estrogen Receptor–Positive Female Breast Cancer. Journal of the National Cancer Institute. 2016 Aug 1;108(8):djw029.
3. Reddy BS, Engle A, Simi B, Goldman M. Effect of dietary fiber on colonic bacterial enzymes and bile acids in relation to colon cancer. Gastroenterology. 1992 May 31;102(5):1475–82.
4. Goldin BR, Swenson L, Dwyer J, Sexton M, Gorbach SL. Effect of diet and Lactobacillus acidophilus supplements on human fecal bacterial enzymes. Journal of the National Cancer Institute. 1980 Feb 1;64(2):255–61.

Deixe uma resposta