Cinco coisas para testar em 2017

Graças a Beyoncé, 2016 está acabando. Foi um ano muito conturbado, com notícias que nos fizeram perder um pouco a fé na humanidade. Porém, não podemos deixar que os últimos 366 dias nos desanimem para 2017, que pode ser o início de uma era muito mais serelepe para viver. Então, bora começar a pensar no que queremos fazer? Separei cinco coisas, entre produtos e dicas, para nós testarmos em 2017. 

Ir em uma casa de swing

Comecei assim, ousada. As casas de swing costumam despertar muita curiosidade nas pessoas, principalmente entre os casais. É um lugar em que as pessoas podem se libertar sexualmente, sem medo de serem julgadas e com a certeza que tudo que acontece ali dentro, fica ali dentro. Comprar um brinquedinho erótico. Porém, existem regras que devem ser respeitadas: tudo ali dentro é consensual e, se alguém tentar forçar algo, será expulso na hora pelos seguranças. A regra básica é respeito e ninguém pode tocar ou ser tocado sem permissão. Então, fiquem tranquilas e, se estiverem com vontade, conversem com seus parceiros para saberem se eles querem ver como funcionam essas casas.

Ah, se vocês forem e quiserem enviar para gente a história contando como foi, vamos adorar publicar aqui no blog! Claro que o nome de vocês seria segredinho nosso, não queremos expor ninguém aqui.

Comprar um brinquedo erótico

E nessa lista, entram vários tipos: vibradores, géis, lubrificantes diferenciados, chicotes, algemas.. São muitas opções e muitos benefícios que eles podem trazer para dentro do quarto, tanto para o casal, quanto só para você. Eles estimulam o desejo, os cinco sentidos, nos possibilitam de sair da rotina e ainda nos fazem conhecer mais o nosso corpo e como nós sentimos prazer.

Fazer pompoarismo

Pompoarismo é a técnica oriental bem antiga, em que a mulher aprende a controlar os músculo pélvicos. O fortalecimento dessa região, através de exercícios de contração e relaxamento, podem melhorara a incontinência urinária e fecal, as cólicas menstruais e aumentar o prazer durante o sexo. Parece bom, né?

Para quem quer começar, uma boa (e simples!) dica é usar o vibrador e contrair a vagina, não deixando que o brinquedinho a penetre. Parece difícil no começo, mas você vai ficando mais “apertada” conforme o tempo vai passando. Mas não adianta fazer esses exercícios uma vez na vida e outra na morte, ok? É recomendado fazer uma a duas vezes por semana.

Sexo anal

Sexo anal é um assunto controverso: algumas têm (muito) receio, outras adoram. Claro que os dois devem estar de acordo com a proposta, afinal, nada mais sexy que consentimento. E não é algo do nada, você tem que se preparar e, na hora H, usar e abusar do lubrificante. Nós já demos várias dicas de como se aventurar na “parte de trás” aqui, então vale a pena dar uma olhadinha.

Mudar de ambiente

Cuidado com a informação novíssima, inédita: existem outros lugares para fazer sexo além da cama. Eu sei, é um choque. Então, que tal experimentar locais diferentes? Vocês podem ir em um motel (se nunca foi em um, leia nossas dicas aqui) ou passar um fim de semana em um hotel numa cidade no campo ou litoral. E nem precisam sair de casa se não quiserem, é só explorar os outros cômodos e o que eles podem oferecer.
Se vocês tiverem ousados, podem até experimentar fazer sexo em locais públicos — mas lembrando que, se vocês forem pegos, podem responder pelo crime de ato obsceno, previsto no artigo 233 do Código Penal Brasileiro. A pena é de detenção (de 3 meses a 1 ano) ou multa.
 E aí? O que não pode faltar em 2017? O que querem testar para esse ano que tá vindo? Deixem as respostas nos comentários!

Deixe uma resposta