Camisinha: Mitos e verdades

A camisinha é um dos métodos contraceptivos mais usados no mundo, super eficientes na hora de prevenir uma DST ou a gravidez. Mesmo assim, muitas pessoas ainda têm várias dúvidas sobre como usar o preservativo, sua eficácia e outros problemas que podem interferir na hora H. Por isso, o post de hoje é para falar os mitos e as verdades sobre a camisinha, para ninguém mais ter dúvida e poder relaxar e gozar sem medo.

Camisinha é 100% eficaz contra a gravidez

Falso. Quando usada perfeitamente, a camisinha masculina tem eficácia de 98%, enquanto a feminina é de 95%. Perceberam que eu usei a palavra perfeitamente? Então, quando a masculina é usada de modo intuitivo, ou seja, colocada sem maiores orientações ou cuidados, a eficácia cai para 85%.

“Meu pênis é muito grande para a camisinha”

Falso. Miga, se o Kid Bengala pode usar uma camisinha, o seu parceiro também pode. Existem diferentes tipos e tamanhos, então a palavra de ordem é experimentar. Se o preservativo não se desenrolar completamente até a base do pênis ou ficar apertada demais, isso significa que ela é pequena. Se ela estiver frouxa ou escorregar e sair sozinha durante o sexo, é porque está grande. De novo, só experimentando para saber. E, assim como as roupas, o tamanho de uma marca nem sempre é igual ao de outra, então fiquem ligadas e avisem aos seus parceiros.

que-nem-mocinha-camisinha-mitos-e-verdades

Miga, se o pau dele é maior que uma cabeça humana, CORRE!

Camisinha é o único método contraceptivo que previne contra as DSTs.

Verdadeiro. A camisinha é o único método preservativo que previne contra todas as DSTs — os outros só são eficazes contra a gravidez. Mesmo assim, é preciso tomar cuidado. O preservativo não é 100% eficaz, por exemplo, contra o HPV, que, por causar verrugas ao redor dos genitais, pode ser transmitido pelo contato com a pele.

Se o cara não gozar, dá para usar a camisinha outra vez

Falso. Mesmo se o seu parceiro não ejacular, vocês tem que trocar o preservativo antes de partirem para o segundo round. Na verdade, o correto é usar uma nova camisinha toda vez que o homem tiver uma nova ereção. Isso porque o preservativo estica um pouco para de adaptar ao pênis, e usá-lo novamente pode prejudicar o material, o que aumenta o risco de rompimento. E outra coisa: se, em uma mesma noite, vocês fizerem sexo oral, vaginal e anal, lembrem-se de trocar o preservativo antes de irem para.. Buracos diferentes.

Não precisa de camisinha para sexo oral.

Falso. Pelo amor de Beyoncé, quantas vezes vamos ter que falar isso aqui no blog? Você pode pegar DSTs fazendo ou recebendo sexo oral. Isso significa que vocês precisam sim usar o preservativo enquanto as línguas estão trabalhando lá embaixo. E nem vem com “mimimi, ninguém chupa bala com o papel” porque não estou falando de uma Halls, e sim da sua saúde. Cientes disso, as marcas e sexshops estão inovando cada vez mais, fazendo até capas para línguas que, além de protegerem, são um ótimo incremento para a hora H.

que-nem-mocinha-camisinha-mitos-e-verdades-sexo-oral

Tem que tirar a camisinha logo depois da ejaculação.

Verdadeiro. A maioria dos pênis amolece logo após a ejaculação, e isso faz com que o sêmen tenha mais chances de vazar. O homem pode evitar isso segurando o preservativo pela borda enquanto o retira, e depois jogando-o no lixo — imediatamente. Enquanto o cara está no banheiro, aproveite para pedir um pizza para vocês dois. Ou, se a noite tiver apenas começando, juntar fôlego para as próximas rodadas.

 que-nem-mocinha-camisinha-mitos-e-verdades-lixo

Estou em uma relação estável, então não preciso usar camisinha.

Falso. De acordo com a pesquisa Juventude, Comportamento e DST/Aids, realizada em 2012, quatro em cada dez jovens brasileiros acreditam que não precisam usar camisinha em relacionamento estável. Isso NÃO pode acontecer, ok? Ninguém pode garantir que seu parceiro ou parceira está sendo 100% fiel e que, antes de vocês começarem, ele ou ela já não tinha alguma doença. Além disso, algumas DSTs são “silenciosas”, então a pessoa não tem nenhum tipo de lesão na genitália, então nem ela mesmo sabe.

Falta de lubrificação pode rasgar a camisinha.

Verdadeiro. Os preservativos já costumam vir com lubrificante, não só para a penetração ser mais fácil, mas também para evitar que o material rasgue. Se você preferir, pode colocar uma lubrificação extra nos dois lados da camisinha (o interno e externo). Porém, fiquem atentas com coisas como óleo de coco, loções, óleos para massagem e vaselina. Esses tipos de produtos podem fazer o contrário do desejado e romper o látex. Por isso, usem apenas lubrificantes à base de silicone ou água.

4 comments

  1. Milene says:

    Oi Thayane, tudo bem? Gostaria de saber mais sobre a injeção Cyclofemina. Usava pílula mas nunca consegui tomar certinho! Ouvi falar bem dessa injeção e gostaria de saber se ela é boa pra controlar os sintomas da TPM, dentre outras coisas. Você tem algum post sobre? Pesquisei no site que tem a bula http://cyclofemina.com.br/ mas não encontrei sobre isso. Agradeço desde já!

    • Thayanne Porto
      Thayanne Porto says:

      Oi, Milene!

      Muito obrigada pelo seu comentário. Nunca ouvi falar dessa injeção, vou te confessar. Mas vou procurar mais sobre e ver se eles topam falar com o blog sobre ela, pode ser?

Deixe uma resposta