Boudoir: Um ensaio que vai além do sensual

Vocês já ouviram falar do Boudoir? É um ensaio fotográfico que caiu na graça das brasileiras, principalmente das noivas, que viram nas fotografias sensuais um excelente presente para dar para seus futuros maridos na véspera do casamento. Porém, os cliques vão além disso: é uma forma que muitas mulheres encontraram para aumentar sua autoestima e se redescobrirem lindas e sensuais. Ficaram curiosas? Então continuem a ler:

A palavra “boudoir” é francesa, usada originalmente para se referir aos quartos onde as mulheres trocavam de roupa e tomavam banho; locais em que os homens eram proibidos de entrar. Hoje em dia, o termo se refere a um ensaio fotográfico mais intimista, que registra a sensualidade da mulher de uma forma mais delicada. Para entender mais sobre como funcionam esses ensaios, eu entrevistei a fotógrafa Josi Salgado, que tem um portfólio recheado de fotografias Boudoir.

Josi conta que, como ela foi estudante de Teatro, sempre teve interesse pela comunicação corporal e nunca entendeu o tabu em relação ao corpo. No início da sua jornada na fotografia, ela participou da primeira conferência brasileira sobre a Fotografia de Nu, e foi lá onde ela conheceu o Boudoir.

— Foi paixão à primeira vista! Enxerguei o quanto esse conceito somado à fotografia poderia empoderar e libertar uma mulher! — conta a profissional, que depois saiu em busca de referências de imagens para trabalho e também de mulheres “comuns” que acreditassem no conceito.

que-nem-mocinha-ensaio-boudoir-muito-alem-do-sensual-3

Créditos: Josi Salgado

Boudoir como forma de autodescoberta

Esse tipo de ensaio busca valorizar a figura feminina, uma forma das mulheres se (re)descobrirem sensuais. Em uma das suas primeiras experiências com a fotografia profissional, Josi fez um ensaio feminino retratando uma amiga. Depois que a “modelo” olhou as fotos, a profissional percebeu o quão valorizada e bonita a amiga se sentia:

— Aos poucos, fui observando o poder que há na fotografia em resgatar a autoestima. — conta. O objetivo não é mostrar uma mulher que saiu direto de uma capa de revista, e sim ressaltar a beleza que existe dentro de cada uma de nós. O ensaio retrata todos os tipos de mulheres: com o corpo mais “natural”, que foge do padrão que nós entendemos como “belo”, com curvas às vezes mais ressaltadas, com diferentes tipos e cores de cabelo, e por aí vai.

que-nem-mocinha-ensaio-boudoir-muito-alem-do-sensual-2

Créditos: Josi Salgado

Os ensaios

Todas nós, mulheres, somos sensuais. Porém, em uma sociedade que quer nos enfiar goela abaixo um padrão de beleza, fica difícil lembrar disso. Os ensaios boudoir procuram resgatar essa sensualidade, nos fazer (re)descobrir essa força que nós temos dentro da gente. Josi conta que, durante os ensaios, a mulher vai percebendo que aquele momento é só dela, que aquele corpo é dela, e, assim, começa a se soltar a se sentir livre. É isso que, na visão da profissional, fortalece as mulheres.

Sobre os ensaios em si, cada um é único. Os cenários variam de acordo com o estilo e desejo de cada mulher. Então, as fotografias podem acontecer em vários lugares: em um estúdio, motéis de luxo ou até mesmo na casa da própria cliente. São mulheres que querem registrar uma fase da vida para elas mesmas, ou presentear o parceiro com algo inusitado.

que-nem-mocinha-ensaio-boudoir-muito-alem-do-sensual-1

Créditos: Josi Salgado

Como se soltar em um ensaio boudoir

Mesmo tendo vontade de realizar esse tipo de ensaio, muitas mulheres não o fazem por vergonha e até mesmo receio. Por isso, aqui estão algumas dicas para vocês se soltarem e ficarem mais tranquilas diante da câmera:

Escolha um lugar confortável 

O lugar importa sim, e muito. Não adianta nada você marcar o ensaio no motel se você não se sente confortável nesse tipo de ambiente. Escolha um lugar em que você se sinta bem — e por que não a sua própria casa, se tiver a opção? Para ajudar a dar o clima, coloque uma música bacana, que teve faça sentir bem sensual, e decore o lugar com itens que combinem com o tipo de ensaio. Por exemplo, se você quiser algo mais romântico, espalhe pétalas de rosa e escolha tons mais suaves. Agora, se você quiser algo mais hardcore, digamos assim, escolha acessórios como algemas, chicotes e máscaras para compor o cenário.

Procure saber mais sobre quem vai fazer o ensaio 

Muitas mulheres não se sentem confortáveis em fazer esse tipo de ensaio com fotógrafos homens — e elas estão totalmente no direito delas. Antes de fechar com alguém, procure saber mais sobre a pessoa: Ela é mesmo confiável? Quem te indicou? Jogue o nome do profissional no Google e veja se ele ou ela tem boas referências, procure o portfólio… Saber quem é a pessoa vai te fazer ficar mais confortável.

Sinta-se bem! 

O que faz você se sentir bem e poderosa? É colocar uma lingerie de matar? É um perfume específico, fazer as unhas, colocar um batom vermelho? Então faça isso. O objetivo do Boudoir é fazer com que a mulher se sinta bem, sexy, sensual.. E esse processo começa antes, bem antes, do primeiro “clique”.

 

que-nem-mocinha-ensaio-boudoir-muito-alem-do-sensual

Créditos: Josi Salgado

Crédito: Josi Salgado

Créditos: Josi Salgado

Com a palavra, uma cliente!

Josi enviou para a gente um depoimento de uma cliente que já fez o ensaio Boudoir e quer compartilhar a sua experiência. Confira:

Quando surgiu a ideia de fazer o ensaio, confesso que fiquei insegura, pois seria totalmente novo para mim e além disso eu me enxergaria com um corpo “não muito bom” rsrsrs. Mas, no decorrer do ensaio tudo isso mudou. Foi um dia muito especial. Em plena segunda-feira eu fui ao salão fazer maquiagem e desde então me senti valorizada.

Durante as fotos (mesmo sem vê-las) ia me sentindo “linda”! A sensação foi de “sou poderosa mesmo” rsrsrs. Me soltei, me permiti e nem lembrava que tenho umas gordurinhas a mais ou celulites, etc…  
                     
Quando as fotos chegaram, fiquei encantada! Me senti a mulher mais powerfull do mundo! Eu me acho bonita, mas JAMAIS imagine que aquele ensaio fosse me transformar em uma mulher maravilhosa! Foi o que eu senti.

Penso que toda mulher tem o DIREITO de se ver desta maneira. Mudou o meu pensamento sobre mim, sobre meu corpo e a minha autoestima cresceu muito. – A.D.N.

2 comments

  1. Raphaela Louise says:

    Preciso de um help.
    To querendo esquentar a minha relação e de uns tempos pra ca anda bem parada.
    Tô pensando em bancar a Escrava sexual.
    Vcs tem algumas dicas….???

Deixe uma resposta